sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Eles andam aí, desligados, em conflito consigo mesmos
Conectados directa e simplesmente ao seu umbigo.
Terão eles uma real noção de harmonia?
Porventura, de lógica só conhecem a da batata?
E quanto a coesão? Só se não suportar riscos?
Conjugam na primeira pessoa o verbo entregar em qualquer tempo.
A hora da verdade falou e nós aguardamos… pensando em nós e neles.
Acreditamos, por nós e por eles.
Porque, decerto voltaremos a percorrer uma outra estrada, novamente juntos.
Nós acreditamos!

1 comentário:

Professorinha disse...

Há pessoas para quem só existe um pronome pessoal: EU...

Beijos