domingo, 26 de julho de 2009

A espera


Umas vezes, sentimos o peso do mundo em cima de nós.
Outras há, tal não é a leveza de espírito, que nos deixamos flutuar por aí saboreando alegria.
Por isso, é preciso saber esperar, afinal, passamos toda uma vida à espera…à espera …
Para nascer…
Pelo Natal que está longe e pelo brinquedo da montra…
Pelo dia em não temos que comer sopa…
Pela digestão que demora e pelo banho de mar que tarda…
Pela paixão correspondida…
Esperamos…
Não chumbar no exame e que o milagre aconteça…
Pela independência e pelo dinheiro que não teremos…
Pelo próximo concerto…
Pelo emprego e pela casa que nunca será nossa…
Esperamos para trazer vida ao mundo e que tudo de bom aconteça…
Esperamos … esperamos… esperamos…
Nas filas infindáveis…
Pelo médico…
Pela sanidade…
Pelo afecto…
Esperamos sempre…sempre…
Que a morte tarde.

4 comentários:

Pedrão disse...

Gostei do texto. Esperar... verbo intransitivo? Escrevi sobre a espera também: http://blog-interrogacao.blogspot.com/2009/12/espera-e-dificil.html

TuniKKa disse...

Olá Pedrão,
Há muito tempo que não vinha ao meu blog, aliás, tem andado esquecido na minha memória. Mas, o teu comentário revivou em mim uma vontadezinha de voltar a postar. Afinal, o blog tem continuado por lá, à espera...e eu vou esperar por um tempinho disponível para lá voltar...
Passei de relance pelo teu blog e gostei da tua forma de escrever.
Inté...

TuniKKa disse...

...reavivou...

Lucius disse...

E no momento da perda esperamos com ansiedade por aquilo que já não volta.

Gostei deste post
=)